Entrevistas

CFO da T-Systems, Peter Jung é reeleito diretor financeiro da SWISSCAM

t systems (18)A relação com empresas de setores diferentes da sua é, hoje, uma exigência para criar a inovação no mundo corporativo. Isso é especialmente verdadeiro quando essa máxima é traduzida para o universo das grandes corporações internacionais que assentam terreno no Brasil – vide a quantidade de Câmaras de Comércio que atuam na representatividade de diversos países.

A T-Systems do Brasil não foge à regra, já que é uma das participantes mais ativas da Câmara Alemã no país. Mas nós também estamos em outros braços do mundo que aqui se localizam. Um destes braços é a Câmara de Comércio Suíço-Brasileira (SWISSCAM Brasil). O CFO da T-Systems do Brasil, Peter Jung, foi recentemente reeleito para a posição de Diretor Financeiro da entidade e contou um pouco sobre as suas expectativas quanto à essa atuação.

“Para começar, trato com extrema importância essa ocasião, em virtude de que a SWISSCAM, embora tenha menos membros que outras Câmaras [pouco mais de 200 associados], conta, em seu plantel, com empresas globais de grande alcance público, como Nestlè, Clariant, Zurich, Novartis entre outras. Em minha posição, eu estou me relacionando diretamente com estes nomes”, explica Peter. Para ele, a relevância da SWISSCAM no Brasil é refletida não apenas pelas empresas nela presentes, mas também pelas possibilidades que isso abre.

A história da T-Systems com a SWISSCAM teve início há cerca de oito ou nove anos, segundo Jung. A posição era originalmente ocupada pelo presidente anterior da empresa, Dominik Maurer – que é de origem suíça. “Depois que ‘Dom’ deixou a empresa e voltou à Europa, a nossa cadeira na SWISSCAM ficou vazia. Contudo, nossa presença em suas reuniões sempre foi algo de se esperar: desta forma, a Câmara achou por bem receber a indicação de outro profissional estrangeiro da T-Systems – eu, embora seja alemão por nascimento, sempre fui participativo dos trâmites de Dominik junto à entidade, então eles me elegeram como diretor financeiro em meados de 2012”.

Peter Jung & Ideval Munhoz
Peter Jung (esq.) acompanhado do presidente da T-Systems do Brasil, Ideval Munhoz, em reunião da SWISSCAM

Dentre as suas funções na posição, Peter Jung ficará encarregado de gerenciar e reportar lucros e dividendos dos negócios da SWISSCAM no Brasil – junto de executivos de outras empresas, como as já citadas acima.

Em seu segundo mandato no cargo, Peter Jung ressalta as possibilidades que podem vir da SWISSCAM para a T-Systems: “Como disse, fazer parte disso tudo me coloca frente à frente com algumas das maiores empresas do mundo. Todas elas estão vivenciando o momento turbulento que o Brasil vive – política e economicamente falando – e todas elas discutem como podemos gerar oportunidades diante disso. Seria um prazer enorme continuar mostrando a todos eles o caráter inovador que rege o nosso DNA”, ele comenta.

A Câmara de Comércio Suíço-Brasileira atua e suporta as relações de negócios e atividades entre os membros do Brasil e da Suíça, por meio de suas respectivas empresas, e conta hoje com 204 membros, entre diversas empresas multinacionais, além de algumas pessoas físicas.

Sobre o autor

Rafael Arbulu

Rafael Arbulu

Jornalista com 10 anos de carreira, integra o time da T-Systems do Brasil desde novembro de 2015. Atua especificamente na área de Marketing e Comunicação, coordenando a comunicação externa da empresa e o relacionamento dela com a imprensa.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *