Artigos Infraestrutura

Saiba Mais! – Multi-Cloud Management

Você não sabe como gerenciar as diferentes clouds que hospedam seus dados? Você gostaria de uma interface que permita visualizar o panorama dos servidores contratados? Você é capaz de escolher por si só a cloud ideal para uma necessidade específica?

Então conheça o Multi-Cloud Management, processo que faz jus ao nome e gerencia as chamadas nuvens híbridas, resultado da integração entre clouds públicas e privadas no mesmo ecossistema. Antes de nos aprofundarmos no assunto, vamos a uma definição introdutória.

O Multi-Cloud Management é um serviço que permite desenvolver o ambiente mais apropriado para a infraestrutura e os aplicativos de uma empresa, cujas demandas são atendidas por meio de uma combinação de soluções em nuvem (de diferentes provedores ou não). Em outras palavras, cria-se uma arquitetura flexível e personalizada capaz de gerar o ambiente ideal para o suporte de aplicações. Como cada cliente tem seus próprios requisitos, o que funciona para um pode não funcionar para outro.

Mas o que você entende por “ambiente ideal”? Simples: é aquele que possui uma infraestrutura suficientemente elástica para o cliente alterar suas estratégias a qualquer momento, sem interrupções. Tal elasticidade evita bloqueios e travas na plataforma, contribuindo assim para o desempenho operacional e, por consequência, para a redução de custos da companhia. Deste modo, garantir a governança em todo o ecossistema passa a ser prioridade.

Porém, se comparado com as demais soluções, o Multi-Cloud apresenta uma característica essencial para o cliente. Como o próprio nome diz, o serviço engloba múltiplas nuvens que armazenam as informações do usuário, sendo estas pertencentes a diferentes empresas e servidores. Onde entra a T-Systems?

Neste caso, um time de especialistas Magenta atua como intermediário entre o cliente e o provedor dos data centers para gerenciar os dados das nuvens e selecionar as clouds com os melhores índices de qualidade e custo-benefício, visto que seus preços oscilam constantemente. Essa variação gera certa insegurança e demasiado esforço às empresas, que, sem a ajuda da T-Systems, precisariam coletar informações por conta própria para contratar o serviço mais adequado.

Sendo assim, o processo de gerenciamento Multi-Cloud – ou Cloud Management Services (CMS), como costuma ser chamado – acaba por aumentar a velocidade de entrega de novos aplicativos e serviços de diferentes ambientes em nuvem e, de quebra, permite que o cliente obtenha flexibilidade financeira e impulsione suas negociações. Todo esse pacote de benefícios está sob a gestão de TI, por meio das melhores práticas de governança, como gestão de mudanças, ciclo de vida, disponibilidade e performance. Como se não bastasse, a equipe de especialistas Magenta ainda é responsável por migrar as informações entre nuvens quando uma delas apresenta serviços de qualidade superior e maior retorno financeiro, tornando-se mais vantajosa do que as demais.

Tal “ponte” entre o cliente e os servidores chama-se Cloudbroker, serviço oferecido pela T-Systems para gerenciar a TI corporativa de forma rápida e fácil e realizar a migração de dados. Em outras palavras, o Cloudbroker é uma solução versátil que atende a diversos tipos de requisições e, não à toa, pode ser considerado a chave para a automação de ambientes Multi-Cloud.

Em resumo, o Multi-Cloud Management é o melhor serviço de gestão de diferentes nuvens – sejam elas públicas ou privadas – por meio do Cloud Management Services e do Cloudbroker. Ambos os serviços têm a qualidade e a segurança da T-Systems, que oferece clouds privadas, robustas e especializadas, tais como IaaS, PaaS e Nuvem SAP.

Para saber mais sobre este e outros serviços disponíveis, mande um e-mail para [email protected] que nós iremos direcionar a sua mensagem a um de nossos especialistas!

Sobre o autor

Renata Kyrillos

Renata Kyrillos

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *